Passar para o Conteúdo Principal Top
  • Facebook
  • Youtube
  • Instagram
  • RSS feed

_MG_1253-2500x300-min

Casa da Capela

A Capela de Nossa Senhora da Conceição foi construída em data anterior a 1542, por Pedro Taveira de Távora, fidalgo da Casa Real.

José Constantino Lobo Tavares de Sampaio, o Velho, nascido em 4 de Fevereiro de 1705, casado com D. Maria Joaquina Teixeira de Buitrão de Morais Sarmento, foi o primeiro senhor conjunto das casas da Capela de Sabrosa e da Porta da Vila, em Vila Real.

A crise da Filoxera, em meados do século XIX e a má administração da Casa da Capela levaram a que esta mudasse de mãos.

O padre Agostinho Rocha, de Sabrosa, tinha nos inícios do século XX, um criado que lhe cuidava do cavalo, de seu nome Esteves, que emigraria para São Paulo, no Brasil, onde fez fortuna e casou com uma rica herdeira.

Foi procurador do Sr. Esteves justamente o Sr. Padre Agostinho, quem, em nome do primeiro, adquiriu por 25 contos de réis a Casa da Capela, constituída pelo solar, a quinta e outras propriedades.

Diz-se que só o vinho guardado nas adegas da quinta valia bem mais do que os 25 contos. Porém, o anterior dono da Capela, da família Teixeira Lobo, tinha o vício do jogo e tudo perdeu para o satisfazer.

A família Teixeira Lobo partiu, por sua vez, para o Brasil e dali veio, recentemente, uma senhora dessa família para Gouvinhas, onde vive actualmente.

Essa família da Casa da Capela ainda hoje tem um jazigo no cemitério de Sabrosa.

 

SOARES, António Manuel da Rocha - Sabrosa: Da Pré-História à Actualidade

Sabrosa