Passar para o Conteúdo Principal Top
  • Facebook
  • Youtube
  • Instagram
  • RSS feed

_MG_1253-2500x300-min

Câmara e população regozijaram-se com a reabertura do tribunal

Câmara e população regozijaram-se com a reabertura do tribunal
image title
image title
image title
05 Janeiro 2017

Com a presença da senhora Secretária de Estado Adjunta e da Justiça, Dr.ª Helena Ribeiro, dirigentes judiciários, magistrados, outras individualidades e população, decorreu na manhã de quarta-feira em Sabrosa, a cerimónia oficial da reabertura do Tribunal da vila.

Momento importante partilhado também por videoconferência com o senhor Primeiro-ministro, Dr. António Costa, Ministra da Justiça, Dr.ª Francisca Van Dunem e a Secretária de Estado da Justiça, Dr.ª Anabela Pedroso, presentes no Tribunal de Sintra.

A cerimónia muito concorrida teve como local o renovado espaço da sala de audiências e durante a sessão os presentes conheceram os novos projetos da Justiça, através da senhora Secretária de Estado da Justiça, nomeadamente, o plano “Justiça+ Próxima”, “Tribunal Mais “ e o “Balcão Mais” e as valências do Tribunal de Sabrosa. O senhor Primeiro Ministro fez uma saudação especial aos presentes em Sabrosa, ao seu executivo e à população realçando a importância da medida agora posta em prática.

Num discurso afetivo e de uma evidente sensibilidade social, a senhora Ministra da Justiça, recordou que a reabertura dos tribunais foi no sentido de proporcionar uma justiça mais próxima do cidadão e no interesse das populações em geral.

O senhor Presidente da Câmara Municipal de Sabrosa, Dr. José Marques, no final da cerimónia, reconheceu o esforço do Governo em atender uma causa e uma reivindicação assumida desde a primeira hora que o tribunal de Sabrosa fechou. “ Sentimos sempre por parte do Governo e particularmente da senhora Ministra a sua disponibilidade, uma atitude dialogante louvável e a sua vontade de responder aos nossos anseios. Sempre acreditei que o nosso tribunal iria reabrir, daí que as suas instalações foram sempre preservadas. Esta crença foi partilhada coletivamente com a população, e este executivo encetou e de uma forma bem vincada varias ações contra o fecho do Tribunal. Nomeadamente, providências cautelares, abaixo-assinado, várias reuniões em Lisboa e outras démarches. É um dia de alegria e histórico para o concelho, que volta a ter a sua casa da justiça de portas abertas e perto dos cidadãos. “

Segundo o novo modelo, o Tribunal de Sabrosa cujas instalações continuam no edifício municipal, assume várias competências, designadamente para julgamentos em incidentes ocorridos no seu território, audições, emissão de documentos judiciais e outros assuntos processuais.